"Transforme a prática em ambiente de reflexão!"

Blog

Archive for janeiro 2016

Quais são seus marcos históricos?

perspectiva-blog-postVocê certamente conhece sua própria história… Se eu lhe perguntasse sobre as grandes paixões, decepções, superações ou momentos marcantes é certo que surgiriam diferentes exemplos. Talvez fosse preciso um certo tempo para resgatar e colocar em ordem as lembranças dessas experiências. Possivelmente se atrapalharia com um ou outro detalhe, e as datas que parecem nunca fazer muito sentido. Mas, e se a pergunta fosse quais foram seus marcos históricos (!?), será que encontraria fácil uma resposta?

Continue lendo

Resiliência em ambientes de mudança!

cabecalho-resiliencia-impulso-post.jpeg.001Definitivamente, estamos vivendo em um ambiente de muitas mudanças, especialmente culturais! Para aqueles que sempre acreditaram, por exemplo, que no Brasil o ano começava só depois do Carnaval, a nova realidade dá seu recado: está na hora de rever alguns conceitos!

A verdade é que, mesmo reconhecendo que as mudanças sempre existiram, a velocidade com que tudo vem se transformando gera um choque cultural que coloca em xeque a tradicional busca por estabilidade.

Continue lendo

Por um ano novo e com propósito!

proposito-post-arg02.16Alguém já lhe perguntou qual seu propósito de vida!? Ou, melhor ainda, você já se perguntou qual sua Proposta de Valor!? O que norteia suas decisões e ações? O que você pode oferecer ao mundo, às pessoas e a você mesmo!? Essas são questões bastante filosóficas, eu concordo, porém, encontrar essas respostas dá muito mais significado às nossas vidas e a tudo o que fazemos, com certeza!

Continue lendo

Precisamos conversar sobre a crise!

arg001.16-criativity-light-prototipPode parecer estranho, eu sei, começar o ano falando de um assunto que, apesar de não sair da mídia, tornou-se persona non grata, praticamente proibido pelo poder de colocar a perder quaisquer encontros, das reuniões ao happy hour. Mas é mesmo preciso conversar sobre a crise, especialmente para se lançar novas perspectivas no início de um pretenso (e desejado) “ano novo”.

Continue lendo